Por mais amorosidade e menos julgamentos no mundo!

Olá, leitoras do Blog  AlleCordeiro, tudo bem? No último post convidei vocês para uma reflexão existencial. Na ocasião eu lancei a seguinte pergunta: Eu tenho vivido conectada a minha essência? Espero que o nosso diálogo tenha estimulado vocês de alguma forma a enfrentar essa questão. Hoje vou falar de um assunto que é bastante sensível para todos nós: os julgamentos que sofremos e que fazemos todos os dias. Nesse contexto, veremos também como as energias que emanamos podem contribuir para um mundo melhor.

Como você se sente quando é julgada de forma negativa por alguém?  É uma situação, no mínimo, desconfortável, não é verdade?  Perdemos o controle emocional, ficamos com raiva, guardamos ressentimentos. É muito comum dizermos que a pessoa que nos julga não sabe os nossos motivos, que está sendo injusta.

Se é uma situação que tanto nos incomoda, por que também julgamos as pessoas?

Muitas vezes o que acontece é projeção. Vemos na atitude do outro algo que não aceitamos em nós mesmos e por isso o julgamos, como que para tirar um peso de nossas costas. Por exemplo, eu sou uma pessoa muito gulosa, mas quando vejo alguém comendo além da conta, logo profiro a minha a sentença: por isso o fulano não emagrece, olha só como exagera na comida. Já passaram por uma situação dessas, seja julgando ou sendo julgadas?

E por que não devemos julgar? Acredito que o principal motivo seja o fato de não sabermos os motivos que levaram a pessoa a tomar a decisão que tomou ou a agir da forma que agiu. O que os nossos olhos veem não representa a realidade na sua plenitude, é preciso perceber isso. Vamos usar uma situação corriqueira para demonstrar como os nossos olhos podem nos enganar. Pense que você está na fila do mercado. Logo que chegou já se assustou com um bate-boca entre a atendente e um cliente. As outras pessoas da fila cochicham e parecem tomar partido em favor do cliente. Dizem que a atendente respondeu de forma ríspida a uma simples pergunta do cliente. De repente, ouve-se uma sentença: “Estúpida, merece ser demitida”.  Pergunto: o que pode ter levado a atendente a ser grosseira com o cliente? Não sabemos, mas imagine que essa atendente tenha chegado atrasada ao trabalho devido a uma greve dos motoristas de ônibus. Imagine ainda que ela tenha sido recebida pelo gerente do mercado da seguinte forma: “Não quero justificativas, isso é problema seu. Dá próxima vez, você esta na rua”. Pode ser também que ela estivesse na TPM. Ou seja, muitas coisas podem ter contribuído para aquela cena.

E como agir nessas circunstâncias? Penso que a melhor forma seja quebrar essa corrente, não propagando a raiva, o ódio. Envie energias de luz para todas as pessoas envolvidas na discussão. Agindo dessa forma, você não se contamina com essas energias e não as propaga. É difícil? Muito! Mas para que sejamos uma pessoa saudável em todos os sentidos e principalmente para que os ambientes em que transitamos sejam igualmente saudáveis, precisamos praticar.  Sempre que estiver numa situação dessas, você pode fazer um exercício simples bastante recomendado pelos terapeutas e que ajuda no autocontrole.  Respire fundo pelo diafragma por três vezes (ou mais), bem devagar. Isso fará você relaxar-se e a retomar o equilíbrio.

Independentemente do que nos leva a julgar alguém, é certo que esse comportamento não nos ajuda, não ajuda o outro e muito menos o universo. É preciso compreender que estamos ligados uns aos outros e que a energia emanada por nós tem o poder de equilibrar ou desequilibrar tudo o que nos cerca.  Pode parecer exagero dizer que a energia de uma só pessoa pode equilibrar ou desequilibrar o universo, mas não é.

Assistiram ao filme “Patch Adams – O amor é contagioso”? Para quem não assistiu, em poucas e imprecisas palavras, o filme conta a história de um médico nada convencional que acredita no poder do amor e do humor para o sucesso do tratamento dos pacientes. Não vou contar a história toda, porque vale a pena assistir! Um simples filme levou pessoas no mundo todo a repensar os tratamentos da medicina tradicional.

Queridas leitoras, tenham uma semana iluminada, cheia de amor, paz, e sem julgamentos!

Abraços e até o próximo post,

Leandro de Souza Ferreira

Já conferiram as lindas bijuterias e semijoias em nosso e-commerce? Acessem: AQUI

__xx__

 

Gostaram? Curtam, comentem, compartilhem com as suas amigas!

Leiam também!

Comunicação Amorosa!

Por mais amorosidade e menos julgamentos no mundo!

Tocando em frente no ritmo do coração

A coragem vem do coração!

Desafios da mulher moderna

Descobertas que me libertaram!

Eu tenho vivido conectada a minha essência?

Você é o que usa ou usa o que é?

Escreva uma nova história para sua vida, acredite nela!

Abraços  e até o próximo post,

😘😘😘😘😘,

Alessandra Cordeiro

Consultora de Estilo e Imagem Pessoal 
📩  contato@allecordeiro.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: