Dia mundial da água e a relação com a moda

O dia mundial da água foi criado pela Organização das Nações Unidas em 22 de março de 1992 diante da necessidade de pautar a discussão sobre a escassez de água potável disponível para consumo (apenas 0,008% da água é potável).

O dia mundial da água_2 (6)

O tema é muito abrangente e com o objetivo de delimitá-lo nestas poucas linhas que proponho escrever, vamos tratar do consumo consciente no contexto de preservação da água.

A abordagem não é simples, porque enfrentamos logo no início da discussão uma crise de identidade. Isso porque falar em consumo consciente numa economia capitalista soa contraditório. Desde os nossos primeiros anos de vida somos conduzidas a consumir pelo prazer de consumir e não pela necessidade. Com o passar do tempo, começamos a reproduzir sem qualquer crítica os padrões de consumo desenhados pela indústria da moda.

Quando chegamos à idade adulta o processo de alienação sobre o consumo está consolidado e revertê-lo não é uma tarefa fácil, provoca dor e nos deixa deprimidas.

Na moda existe uma expressão chamada fast fashion: moda passageira. O nome diz tudo sobre a proposta: a moda tem que ser fugaz, novas coleções são lançadas o tempo todo e peças antigas caem no desuso.

Será que essa concepção de moda interessa a todas as pessoas? Em minha opinião interessa apenas às grandes empresas que praticam fast fashion. Isso porque quanto mais consumimos, mais elas lucram.

O problema é que o círculo vicioso de consumismo não respeita os limites do planeta e tem esgotado os recursos naturais disponíveis, dentre os quais a água potável. Sem falar do impacto ambiental provocado pelo lançamento de poluentes na água pela indústria da moda.

O dia mundial da água_2 (2)

Só para se ter uma ideia do tamanho do problema, 19% da água doce disponível no planeta é consumida pela indústria e 70% pela agricultura.

Na moda passageira a demanda por algodão e consequentemente por água é gigantesca, sem falar que para atender à necessidade da indústria tem-se utilizado plantações geneticamente modificadas e muitos pesticidas.

Embora não seja o objeto desse artigo, eu não poderia deixar de me referir aos casos de trabalho escravo envolvendo a indústria da moda pelo mundo, sobretudo nos países asiáticos.

Da mesma forma que o fumo é causa de câncer nos pulmões e o álcool de câncer no fígado, os nossos hábitos de consumo provocam “cânceres” no planeta. A capacidade de regeneração da natureza não tem conseguido compensar a destruição provocada pelas ações humanas.

descarte roupas fast fashion_FOTO 5

Medidas simples são capazes de transformar nossos hábitos de consumo, mas é preciso coragem para implantá-las porque dependem da mudança de paradigma.

Em contrapartida ao fast fashion existe o slow fashion, a moda lenta. Essa proposta pensa a moda de forma mais duradoura, é focada na qualidade e na atemporalidade das peças. Se eu pratico slow fashion, penso que é melhor ter uma peça de ótima qualidade em meu guarda-roupa e que poderei usá-la em diversas ocasiões do que várias peças de baixa qualidade e que saem de moda a cada nova coleção.

Essa proposta respeita a limitação de recursos naturais do planeta.

E o que mais podemos fazer para cuidar melhor dos recursos naturais do planeta?

Se você se identificou com essa proposta e quer dar mais um passo adiante, existem outras práticas sustentáveis relacionadas ao slow fashion. Vamos fazer a moda ficar ainda mais lenta… Risos…

Com esse propósito, você pode valorizar mais os consertos e evitar o descarte. A criatividade também pode transformar o seu guarda-roupa: uma calça pode se transformar num short e um bordado pode dar um toque especial em qualquer peça.

Outra ideia muito legal é investir nos brechós. Eu amo! Dá para renovar o closet sem gastar muito.

Como tudo na vida, a mudança dos hábitos de consumo deve começar por nós, pois somente dessa forma poderemos influenciar outras pessoas a também revisarem as suas práticas.

A AlleCordeiro Acessórios é uma marca de acessórios femininos que tem o conceito do slow fashion. Valorizamos o estilo e a personalidade de cada uma de vocês. As nossas peças têm alto padrão de qualidade e design exclusivo. E o mais legal, são atemporais.

Como o assunto da preservação do meio ambiente é extenso e sensível e toca a conscientização sobre o consumo, falarei do fast fashion e slow fashion com detalhes nos posts relacionados aos sistemas da moda que está previsto para ser publicado no mês de maio. Aproveitem e se inscrevam para receber todas as notificações sobre novos posts.

Se você se identifica com o slow fashion, curta, comente e compartilhe esse post para que possamos levar essa mensagem a mais e mais mulheres. Conheça nossos acessórios em nossa loja online clicando aqui.

Leiam também!

Abraços  e até o próximo post,

😘😘😘😘😘,

Alessandra Cordeiro

Consultora de Estilo e Imagem Pessoal 
📩  contato@allecordeiro.com

Um comentário em “Dia mundial da água e a relação com a moda

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: